Pesquisar Produto / Empresa:
Histórico da Cidade
Datas Históricas
Dados Estatísticos
Brasão de Armas e Bandeiras
Prefeitos Municipais
Hinos
As Ruas de São Caetano
Os Bairros de São Caetano
Poder Executivo
Poder Legislativo
Poder Judiciário
Diretorias, Autarquias e Fundações
Governo Itinerante
IPASM
Contas Públicas
Desenvolvimento Econômico
Saúde
Habitação
Esporte
Cultura
Educação
Infra-Estrutura

1560 - Decretada por Mem de Sá a extinção da Vila de Santo André da Borda do Campo, constituída, também, pelas terras que, futuramente, formariam os municípios de São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. Este núcleo muda-se para junto do Pátio do Colégio de São Paulo.

1631 - Os frades Beneditinos do Mosteiro de São Bento, da Capital, instalam-se na região denominada Sítio do Tijucussú, posteriormente, acrescida pelas terras doadas pelo Sr. Duarte Machado e esposa, e pelo Capitão Fernão Dias Paes Leme, fundando a Fazenda São Caetano.

1764 - As atividades dos frades Beneditinos são proibidas por Portugal, e as terras começam a ser abandonadas.

1793 - Começa a fabricação de telhas e tijolos - olarias.

1866 - Inaugurado o trecho da Estrada de Ferro São Paulo - Railway Company, ligando a Capital ao litoral, recomeçando, assim, a luta pelo progresso.

16 de fevereiro de 1867 - Iinaugurado o tráfego da Estrada de Ferro São Paulo Railway Company e de uma parada de trens na Fazenda São Caetano.

;1877 - O Governo Imperial adquire as terras da Fazenda São Caetano para instalar um Núcleo Colonial, visando incentivar a imigração e minorar os efeitos da evasão agrícola.

28 de janeiro de 1877 - O Núcleo Colonial da Fazenda São Caetano é o primeiro a ter inauguração efetiva.

29 de junho de 1877 - Embarcam no vapor Europa, no porto de Gênova, Itália, com destino ao Brasil, as famílias de imigrantes, originários de Treviso, que colonizariam São Caetano.

28 de julho de 1877 - Data Oficial da Fundação da Cidade, chega ao Núcleo Colonial o primeiro grupo de italianos colonizadores, integrado por 28 famílias. Os imigrantes consagraram como Padroeiro da localidade SÃO CAETANO DI THIÈNE, o "Santo da Divina Providência".

Setembro - O Imperador Dom Pedro II, visita a Fazenda São Caetano. Tal atitude fortalece, decisivamente, o espírito dos imigrantes italianos, que viriam a escrever uma das mais belas páginas da colonização do Brasil.

1878 - Chega à São Caetano o segundo grupo de italianos colonizadores, oriundos de Montana, Itália.

1880 - Posse definitiva da terra, pelos imigrantes.

1883 - O Governo Provincial cria duas escolas públicas de primeiras letras no Núcleo Colonial de São Caetano.

1891 - Fundada a primeira sociedade de caráter social e filantrópico, a Sociedade Beneficente "Principi di Napoli ", a segunda foi a "União Operária de São Caetano".

1901 - O território da Fazenda São Caetano, que até então pertencia ao município de São Paulo, é anexado ao recém-criado Município de São Bernardo do Campo.

10 de Janeiro de 1905 - Na primeira Sessão Ordinária da Câmara Municipal de São Bernardo, cria-se a divisão desse município em cinco distritos fiscais, e eleva o Núcleo Colonial da Fazenda São Caetano à Distrito Fiscal.

1911 - A Câmara Municipal de São Bernardo autoriza a construção do cemitério em São Caetano.

10 de Março de 1912 - São realizadas as primeiras eleições no Distrito de São Caetano, para a escolha do Presidente e do Vice-presidente do Estado, um Senador ao Congresso Estadual e dois Vereadores à Câmara Municipal de São Bernardo. Concedido o privilégio à Companhia de Melhoramentos de São Caetano para explorar por 30 anos os serviços de água e esgoto.

1º de Maio de 1914 - Ano em que foi fundado o São Caetano Esporte Clube.

1915 - A São Paulo Light and Power realiza o serviço de instalação de luz elétrica em São Caetano.

13 de junho de 1915 - São Caetano ganha o seu primeiro jornal "O Progresso".

1916 - São Caetano é elevado a Distrito de Paz. A indústria Pamplona, é a primeira fábrica instalada, vindo a seguir a fábrica de Formicida Paulista. O Sr. José Golfetti instala o primeiro cinema, chamado "cinematographo".

1917 - Fundada as Escolas Reunidas

1922 - Inaugurado o Cinema Central, na Rua Perrella nº 34, com capacidade para 900 pessoas.

31 de Março de 1924 - Elevação canônica de São Caetano à condição de Paróquia, pelo Arcebispo Dom Duarte Leopoldo e Silva. O primeiro Vigário foi o Padre José Tondin.

15 de Janeiro de 1928 - Surge o São Caetano Jornal. Tem início o Movimento pela Autonomia de São Caetano, liderado por Armando de Arruda Pereira e Matheus Constantino.

1929 - A Assembléia Legislativa rejeita o projeto de lei que cria o Município de São Caetano.

1930 - Inauguração da Fábrica da General Motors do Brasil, em 12 de agosto.

1931 - O Cemitério de São Caetano passa a denominar-se Necrópole da Saudade.

1934 - Pelo decreto federal nº 23.844 de 07 de janeiro, criou-se a Segunda Coletoria Federal, com sede em São Caetano.

1938 - Santo André substitui São Bernardo do Campo agregando o território de São Caetano.

1939 - São Caetano é rebaixada, perde seu nome, e passa a chamar-se Segunda Zona de Santo André.

28 de Julho de 1946 - Surge o Jornal de São Caetano, que tem como bandeira o Hospital São Caetano, idealizando, posteriormente, o ressurgimento do Movimento Autonomista sob a liderança de Walter Thomé, Mário Porfírio Rodrigues e Luiz Rodrigues Neves.

02 de Setembro de 1946 - Criada a Sociedade Amigos de São Caetano, para dar sustentação legal às reivindicações da população.

07 de dezembro de 1946 - Fundada a Sociedade Beneficente Hospitalar São Caetano, objetivando a construção do primeiro hospital no lugar .

07 de dezembro de 1947 - Lançada a pedra fundamental do Hospital São Caetano.

1948 - Sob a égide da Sociedade Amigos de São Caetano, concretiza-se o Movimento Autonomista, com a aprovação do projeto de lei na Assembléia Legislativa, para a realização de um plebiscito entre os moradores locais.

24 de outubro de 1948 - Realizado o plebiscito, cuja manifestação foi favorável, com 8.443 votos a favor da autonomia e 1.107 contra. Esta passa a ser a data oficial da Emancipação Político-Administrativa de São Caetano.

24 de dezembro de 1948 - O Governador Adhemar de Barros sanciona a lei nº 233, que cria o Município de São Caetano, acrescido do apêndice "do Sul", para diferenciá-lo do seu homônimo no Estado de Pernambuco.

1º de Janeiro de 1949 - Declaração de vigência, em ato público e solene, do Quadro Territorial, Administrativo e Judiciário do Estado, a vigorar no qüinqüênio de 1949 a 1953, configurando os limites do município de São Caetano do Sul, efetivamente criado.

13 de março de 1949 - Realizada a primeira eleição municipal. O Dr. Ângelo Raphael Pellegrino é eleito primeiro Prefeito de São Caetano do Sul, juntamente, com a primeira Câmara de Vereadores.

03 de abril de 1949 - Instalado o Município de São Caetano do Sul, com a posse o Poder Executivo e Legislativo. A Prefeitura Municipal com sede na Rua Rio Grande do Sul esquina com a Rua Pará, mudando-se, posteriormente, para a Rua Rio Grande do Sul esquina com a Rua Baraldi. A Câmara Municipal com sede na Rua João Pessoa nº120, sendo o seu primeiro Presidente o vereador Sr. Accácio Novaes.

1950 - Através da Lei nº 72 de 10 de março de 1950, é instituído o Brasão de Armas de São Caetano do Sul, projetado e executado por Salvador Thaumaturgo.
Promulgada a Lei nº 46, de 28 de julho de 1953, instituindo a Bandeira do Município.

21 de dezembro de 1950 - Criação da Comarca de São Caetano do Sul.

1954 - Inaugurado o Edifício Vitória, na Rua Santo Antônio nº 320, que passa a abrigar a Prefeitura Municipal (2º andar), a Câmara Municipal (5º andar) e, posteriormente, o Fórum (1º andar), unindo no mesmo local os três Poderes.

03 de Abril de 1955 - Instalação da Comarca de São Caetano do Sul.

08 de Março de 1960 - A Câmara Municipal concede o seu primeiro Título Honorífico de Cidadão Sulsancaetanense ao Dr. Milton Evaristo dos Santos, com Sessão Solene realizada em 28 de julho.

19 de Março de 1961 - Inauguração do Paço Municipal de São Caetano do Sul, na Av. Goiás nº 600. Em suas dependências passam a funcionar a Prefeitura Municipal e a Câmara Municipal, sendo o primeiro da Região do Grande ABC construído para essa finalidade.

1968 - Criada a Fundação das Artes de São Caetano do Sul.

10 de Novembro de 1968 - Inaugurado o Teatro Paulo Machado de Carvalho, considerado a maior casa de espetáculos da região com 1.350 lugares.

1974 - Comemorado o Jubileu de Prata do Movimento Autonomista, a Câmara Municipal outorga o título de Patriarca da Autonomia ao Dr. Ângelo Raphael Pellegrino.

28 de Julho de 1977 - Comemoração do Centenário de Fundação da Cidade.

1989 - Instala-se a Câmara Constituinte Municipal.

07 de Abril de 1990 - Promulgação da Lei Orgânica do Município de São Caetano do Sul.

29 de Agosto de 1992 - Inauguração do Palácio da Cerâmica, nova sede do Poder Executivo, denominada "Prefeito Dr. Ângelo Raphael Pellegrino", na Rua Eduardo Prado nº 201.

1998 - Ano da Comemoração do Cinqüentenário da Emancipação Político-Administrativa do Município de São Caetano do Sul.

23 de julho de 1998 - A Câmara Municipal denomina a sua Sala das Sessões de Plenário dos Autonomistas, em homenagem aos 50 anos da Emancipação Político-Administrativa do Município.

24 de setembro de 1998 - Em Sessão Especial, a Câmara Municipal de São Caetano do Sul homenageou todos os Líderes Autonomistas e familiares com a entrega da Medalha dos Autonomistas, instituída para distinguir personalidades de destaque em nossa sociedade.